LIVROS E TRABALHOS ACADÊMICOS

LIVROS

Vampiros Extraterrestres na Amazônia

Autor: Daniel Rebisso Giese
Ano: 1991
Editora: Edição própria
Número de páginas: 162
Descrição: Uma das primeiras publicações sobre a onda ufológica ocorrida na década de 70 investigada pela Força Aérea Brasileira (FAB), o fenômeno do “chupa-chupa”. O autor Daniel Rebisso, biomédico, investigou quais as principais rotas pelas quais o fenômeno percorreu, coletou depoimentos de várias testemunhas-chave e descrições de casos de pessoas afetadas pelas luzes. O livro detalha as principais características do fenômeno e seus efeitos sobre a população afetada, bem como sugere hipóteses explicativas para tal. É possível encontrar ainda alguns mapas indicativos de ocorrências ufológicas, fotos de ovnis produzidas pela própria FAB durante a Operação Prato e trechos de jornais da época que contextualizam os momentos de terror vivenciados pela população das áreas afetadas pelo chupa-chupa. Através dessa literatura, é possível ter uma boa compreensão dos fatos referentes ao maior evento ufológico do mundo.

Como adquirir o livro: Encontra-se indisponível para venda.

Corpos Luminosos. Uma operação militar em busca de respostas.

Autor: Hélio Amado Rodrigues Aniceto
Ano: 2014
Editora: Edição do autor.
Número de páginas: 249
Descrição: A proposta de Corpos Luminosos foi de contar a história dos estranhos fenômenos luminosos no estado do Pará, ocorridos entre 1977 e 1978, com interfaces na Baixada Maranhense e no Distrito Federal. O núcleo da narrativa se desenvolveu numa área geográfica bem menor em relação a toda a região atingida, especificamente a Baia do Marajó, Baia do Sol, Rio Maguari-Açu, Ilha de Colares, Tauá, e Vigia. Foram essas as principais áreas cobertas pelas equipes da 2ª Seção do I COMAR, onde se desenvolveram as operações da aeronáutica, geradoras de importantíssimos documentos militares sobre as estranhas atividades luminosas e sobre como a população estava sendo afetada por elas.

O livro faz uma análise documental minuciosa com o objetivo clarear os eventos da Operação Prato trazendo para um nível de detalhamento mais apropriado para um estudo de caso. Além disso, o autor apresenta alguns dados oficiais que ajudam a compreender o ambiente onde ocorreram as aparições de luzes não identificadas.

Como Adquirir: Gratuito para download em: https://pt.slideshare.net/helioaniceto7/corpos-luminosos

Perigo Alienígena no Brasil

Autor: Bob Pratt
Ano: 2003
Editora: Biblioteca Ufo
Número de páginas: 336
Descrição: Bob Prat é um ícone da ufologia mundial. Esteve no Brasil cerca de treze vezes coletando relatos de casos nas regiões norte e especialmente no nordeste do Brasil. Investigou o caso da ilha dos caranguejos, que foi o prelúdio dos acontecimentos batizados como chupa-chupa ou luz vampira que ocorreram na baixada maranhense e na região nordeste do estado do Pará. O livro “Ufo danger Zone”, publicado nos Estados Unidos em 1996, traduzido para o português como “Perigo Alienígena no Brasil” (2003), traz os casos ufológicos coletados nas décadas de 70, 80 e 90, período em que Prat era repórter da revista National Enquirer. A obra oferece um importante recorte da casuística ufológica brasileira.

Como Adquirir:
http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/perigo-alienigena-no-brasil

Discos Voadores na Amazônia: A Operação Prato

Autor: Jorge Bessa
Ano: 2016
Editora: Editora do Conhecimento (Limeira, SP)
Número de páginas: 178
Descrição: Jorge Bessa foi integrante do antigo SNI (Serviço Nacional de Informações) e foi membro da equipe que acompanhou parte da Operação Prato durante as investigações na Amazônia. O livro faz um resumo dos acontecimentos marcantes e das principais ocorrências que caracterizam o fenômeno popularmente conhecido como “chupa-chupa”. Bessa revela suas experiências durante o período que sua equipe frequentou as bases da operação na ilha de mosqueiro, citando as testemunhas que foram entrevistadas, locais em que ocorreram vigílias e características dos objetos voadores avistados.
O autor fez uma análise dos fatos em que descreve: os tipos de contatos imediatos (que variam de observação de luzes até observação e interação com ufonautas); a região geográfica das ocorrências (cidades, vilas e rios afetados pelo fenômeno); formato dos OVNIs.
O primeiro capítulo foi dedicado exclusivamente a Operação Prato, enquanto que o restante do livro trata também da relação entre espiritualidade e ufologia e explana a hipótese extraterrestre como explicação para o fenômeno UFO.
 
Como Adquirir:
https://edconhecimento.lojavirtualfc.com.br/prod,idloja,959,idproduto,5260586

Ufos Arquivo Confidencial - Um mergulho na Ufologia Militar Brasileira

Autor: Marco Antônio Petit
Ano: 2007
Editora: Biblioteca Ufo
Número de páginas: 221
Descrição: UFOs: Arquivo Confidencial - Um Mergulho na Ufologia Militar Brasileira expõe casos ufológicos de gravidade ocorridos no Brasil, que permanecem até hoje sob sigilo. O livro apresenta detalhes até então desconhecidos de como nossos militares conduziram investigações secretas de incidentes com naves alienígenas no país. Entre eles estão as impressionantes conclusões da Aeronáutica após conduzir a Operação Prato na Selva Amazônica, para apurar o Fenômeno Chupa-Chupa. Além de trazer revelações exclusivas sobre o suicídio do coronel Uyrangê Hollanda, comandante das atividades militares na floresta.

Como Adquirir: http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/ufos-arquivo-confidencial

Ets - Santos e Demônios na Terra do Sol

Autor: Reginaldo de Athayde
Ano: 2000
Editora: Biblioteca Ufo
Número de páginas: 246
Descrição: O livro é o resultado de um trabalho de pesquisas profundo e meticuloso, desenvolvido pelo autor há mais de meio século. Nele se observa que a tese de que nossos visitantes são benevolentes e atenciosos ‘irmãos cósmicos’ certamente não se aplica ao Nordeste, dada a violência com que ETs agem na área. No entanto, isso se contrasta com casos em que são tratados como verdadeiros santos por pessoas de forte apego religioso. O autor é a pessoa mais bem informada sobre o que acontece na região e agora tem a oportunidade de expor ao Brasil e ao mundo os fatos que investigou.
O Capítulo 9 da obra é dedicado à Operação Prato e ao fenômeno chupa-chupa. O autor traz uma série de informações valiosas sobre a onda de avistamentos e ataques especialmente no Maranhão e relata detalhes do período que conviveu com o Cap. Hollanda no período em que o militar residiu em Fortaleza.
 
Como Adquirir:
http://www.ufo.com.br/loja/biblioteca/ver/ets-santos-e-demonios-na-terra-do-sol

Ilha de Colares na Amazônia: Fenômeno do Prato Voador

Autor: Agildo Monteiro Cavalcante
Ano: 2014
Editora: Editora Café (Belém, PA)
Número de páginas: 137
Descrição: O autor paraense descreve aspectos contextuais da época na ilha de colares. O livro conta as experiências vividas por personagens já amplamente conhecidos, como a médica da ilha e o capitão (na época) Hollanda, mas também explora alguns não muito citados como o misterioso padre da Igreja local, Alfredo de La Ó. Estão presentes no livro também, dados geográficos da ilha e descrições de locais onde foram realizadas vigílias ufológicas pela equipe militar responsável pela Operação Prato. O ponto principal do livro é a contextualização da vida dos moradores da ilha, o dia a dia dos pescadores e suas famílias, esse aspecto certamente é fundamental para entender qual impacto o fenômeno ufológico provocou.

Como Adquirir:  Sem informações.

Confrontos

Autor: Jacques Vallée
Ano: 1990
Editora: Best Seller
Número de páginas: 276
Descrição: Vallée, um astrofísico da Califórnia, analisa os avistamentos de OVNIs que ele investigou pessoalmente e conclui que os OVNIs são reais, mas que, longe de serem os emissários das civilizações extraterrestres, eles representam "um nível de consciência ainda não reconhecido, independente do homem, ligado à Terra ". Ele argumenta que entenderemos o fenômeno OVNI somente quando expandirmos nossa visão do universo físico além de quatro dimensões e ele exorta os cientistas a ter um maior interesse pelo assunto, porque certas observações que ele pesquisou, particularmente no Brasil, mostram que os UFOs oferecem tanto uma tecnologia complexa (provavelmente microondas) como um potencial hostil. As teorias de Vallee, sem dúvida, perturbarão os ufólogos convencionais, enquanto os não-crentes preservarão seu ceticismo.
 
Como Adquirir: Somente em sebos virtuais

Sequestros Alienígenas

Autor: Mario Rangel
Ano: 2001
Editora: Biblioteca Ufo
Número de páginas: 418
Descrição: Esta obra trata de Ufologia avançada, investigada em profundidade, sem barreiras e com uma metodologia clássica empregada de forma produtiva e aprimorada. Mário Nogueira Rangel, seu autor, é um experiente ufólogo e hipnólogo que reúne em seu livro quase uma centena de ocorrências ufológicas especiais, muitas das quais investigadas por ele mesmo. Dessas, grande maioria é composta de abduções, supostamente realizadas por seres extraplanetários de vários aspectos e diferentes intenções. Para fazer seu trabalho, Rangel, que é pesquisador há mais de três décadas, usou detidamente sua vasta experiência, aliando uma excepcional análise da atividade ufológica ao uso de formas avançadas de regressão hipnótica.
O autor destina um capítulo da obra ao Cel. Uyrangê Hollanda. Traz informações sobre a última palestra pública do militar em 07/09/1997 no Ibam - RJ e sobre o desejo do Coronel em ser submetido à hipnose, além de informações sobre a Operação Prato.
 
Como Adquirir: Somente em sebos virtuais

Las Luces De La Muerte

Autor: Pablo Villarubia Mauso
Ano: 2004
Editora: EDAF - ESPANHA
Número de páginas: 254
Descrição: Jornalista Pablo Villarrubia apresenta aqui um trabalho interessante e inovador em casos de ataques de OVNIs, centrando o texto em eventos na América do Sul e especialmente no Brasil.
Apresenta casos famosos do Brasil como os de João Prestes, Rivalino Mafra e da Ilha dos Caranguejos, enquadrado dentro do fenômeno "Chupa-chupa", que devastou a Amazônia no final dos anos setenta e recebeu esse apelido pela descrição dos raios de luz que emergiam dos objetos e que pareciam sugar o sangue das testemunhas. Na seção final do livro, dois capítulos informativos sobre casuística da Colômbia e Venezuela e sobre os eventos com consequências fatais para pilotos de avião, como casos "Mantell" e "Valentich". O livro conclui com um catálogo interessante que apresenta resumos de um total de 48 casos de "incidentes violentos" com UFOs.
 
Como Adquirir:
http://www.livrariacultura.com.br/p/livros/esoterismo/ocultismo/las-luces-de-la-muerte-cuando-el-misterio-atac-1724773

Verdades que Incomodam

Autor: Alberto Romero
Ano: 1999
Editora: Biblioteca Ufo
Número de páginas: 338
Descrição: Verdades que Incomodam é um livro de rara clareza e discernimento: direto, preciso e contundente. Romero não poupa governos nem autoridades envolvidas no processo. Ao tratar das mutilações de animais por extraterrestres, o autor é ainda mais contundente, deixando claro que os extraterrestres interagem com nosso meio ambiente planetário e fazem aqui o que bem entendem. É nesse aspecto que a obra tem seu ponto alto: quando apresenta a realidade das visitas e explorações que nossos visitantes fazem em nosso mundo de maneira profunda e lúcida, sem rodeios e com responsabilidade.
No capítulo 6 da obra, o autor traz suas informações e suspeitas quanto a morte do Cel. Hollanda e a possibilidade de não ter ocorrido um suicídio. Essa posição do autor rendeu vários debates entre aqueles que defendem a hipótese de suicídio e os que acreditam em uma “queima de arquivo”.
 
Como Adquirir: Somente em sebos virtuais

TRABALHOS ACADÊMICOS

A Força Aérea Brasileira e a investigação acerca de objetos aéreos não identificados (1969-1986): segredos, tecnologias e guerras não convencionais.

Autor: João Francisco Schramm

Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília como requisito parcial para obtenção do título de Mestre em História.

Ano: 2016

Resumo: Esta pesquisa tem como tema discutir o envolvimento da Força Aérea Brasileira (FAB) no estudo e investigação de fenômenos relacionados aos objetos aéreos não identificados (Oanis) no séc. XX. Em 1969 foi criado pela IV Zona Aérea o Sistema de Investigação de Objetos Aéreos Não Identificados (Sioani), que tinha como missão empreender pesquisas científicas sobre o tema. Mesmo com o encerramento do Sioani em 1972, a FAB, em 1977, investigou o fenômeno durante a Operação Prato, no norte do Pará, em solicitação das autoridades locais, já que era alegada uma atitude hostil de Oanis junto a população nativa. Já em 1986, a FAB empreendeu uma missão de interceptação em resposta a invasão do espaço aéreo nacional por Oanis, evento que veio a público, em cerimônia no Palácio do Planalto, na decisão do ministro da Aeronáutica na época. Tendo em vista esses eventos, o objetivo dessa pesquisa é analisar as diferentes posturas da FAB sobre ao fenômeno dos Oanis no séc. XX, por meio dos seus documentos oficiais, ao relacionar as principais evidencias coletadas por essa instituição sobre esses fenômenos sob um contexto de guerra aérea e de utilização de tecnologias não convencionais.

Clique aqui para download.

Mídia e memória na Amazônia do Chupa-Chupa: Considerações iniciais

Autor: FERNANDES, Phillippe Sendas de Paula - Universidade Federal do Rio de Janeiro, RJ

Trabalho apresentado no GT de História da Mídia Impressa, integrante do 10° Encontro Nacional de História da Mídia - UFRGS

Ano: 2015

Resumo: Os jornais desenvolvem suas narrativas e registram diversos discursos em suas páginas, resguardando acontecimentos de determinado lugar, em determinado tempo. Se levarmos em conta a relação entre memória e produção de narrativas, podemos estabelecer, numa reflexão imediata, o vínculo entre a construção de memória(s) e a mídia. O objetivo deste trabalho é apresentar algumas considerações iniciais sobre uma pesquisa, desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da UFRJ, que busca analisar a contribuição da imprensa paraense na construção da memória em torno do fenômeno Chupa-Chupa. Em 1977, a Ilha de Colares, localizada no nordeste do Pará, vivenciava um dos momentos mais marcantes de sua história: moradores estavam sendo atacados por misteriosas luzes que vinham do céu, provocando palidez, queimaduras e até paralisia. A Aeronáutica, numa atitude inédita, desenvolveu uma investigação para apurar os ataques que, supostamente, seriam de extraterrestres: a Operação Prato. Neste artigo, destacamos os aspectos históricos do período em que ocorreu o fenômeno, além do caminho teórico-metodológico para a realização da pesquisa. Desse modo, acompanhamos o movimento de alguns pesquisadores que deslocam a mídia de seu usual posicionamento de “pano de fundo” destacando a relevância de sua atuação.

Clique aqui para download.

"Objetos intangíveis": Ufologia, ciência e segredo

Autor: Rafael Antunes Almeida

Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Departamento de Antropologia, da Universidade de Brasília, como parte dos requisitos necessários à obtenção do título de Doutor em Antropologia Social.

Ano: 2015

Resumo: A presente tese consiste em um estudo etnográfico junto a um coletivo de ufólogos brasileiros. A etnografia acompanha os seus processos de construção de conhecimento, as relações destes pesquisadores com os seres extraterrestres e a luta pela desclassificação de documentos em posse do Estado. Os eixos mais significativos deste trabalho são a descrição dos processos de conhecimento forjados em relação a uma imagem particular de Ciência, a temática do segredo e o problema da desinformação. Argumenta-se que aquilo que define a ufologia, enquanto uma "disposição de relações" particular, é o fato de que para que ela perdure, o seu objeto, o seu tema principal, deve se manter nos confins da invisibilidade. Este texto constrói-se enquanto uma narrativa na qual se discutem o problema da “crença”, os processos de construção de evidência levados a cabo pelos ufólogos brasileiros e o modo como apresentam os seus dados.

Clique aqui para download.

A Alteridade Alienígena no Discurso Militar

Autor: João Francisco Schramm

Monografia apresentada ao Departamento de Antropologia da Universidade de Brasília como parte dos requisitos para conclusão do curso de Bacharelado em Ciências Sociais com Habilitação em Antropologia.

Ano: 2011

Clique aqui para download.

A DIALÉTICA DO REAL E DO IMAGINÁRIO: Uma Proposta de Interpretação do Fenômeno OVNI

Autor: Cláudio Tsuyoshi Suenaga

Dissertação de mestrado apresentada ao Departamento de História da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista.

Ano: 1999

Resumo: Neste trabalho procuramos expandir o entendimento e revelar as profundezas simbólicas de um fenômeno que se converteu em fonte de esperanças e temores do homem contemporâneo. Ao lidarmos com este autêntico “mito em gestação”, vinculado aos conceitos de viagens espaciais e invasão de alienígenas, procedemos a revisão de um vasto pano de fundo intemporal, repleto de experiências visionárias, milagres religiosos e encontros folclóricos com seres sobrenaturais. Os discos voadores foram imediatamente rotulados como sendo de origem extraterrestre. Parecia certo que esses misteriosos objetos, aparentemente sob controle inteligente, não eram feitos pelo homem e vinham do espaço exterior. O envolvimento dos governos com o assunto ajudou a incitar um interesse sem precedentes, resultando na edição de grande quantidade de livros, artigos e filmes a respeito. Um novo campo de interesses e de estudos nasceu – a ufologia –, e junto com ele um novo especialista – o ufólogo. Durante a Guerra Fria, as duas superpotências usaram os OVNIs como fachada para uma operação psicológica de encobrimento às novas armas secretas que se desenvolviam. Devido à proliferação dos arsenais atômicos, era preciso criar o medo de um inimigo objetivo exterior à Terra: os extraterrestres. Este inimigo foi útil para que prosseguissem com sua política de partilha do mundo e conseqüente criação de um império em condomínio, o que de fato aconteceu. Na última parte do trabalho, analisamos o movimento messiânico-milenarista do contatado Aladino Félix, responsável, paradoxalmente, por quase metade de todos os atentados terroristas ocorridos em São Paulo em 1968 – erroneamente atribuídos à esquerda – os quais contribuíram decisivamente para a decretação do AI-5. A partir de documentos do DOPS por nós descoberto no Arquivo do Estado de São Paulo, logo após a sua disponibilização ao público, reconstituímos a trajetória do grupo, ligado aos altos escalões do Regime Militar.

Clique aqui para download.

LUZES MISTERIOSAS CRUZAM OS CÉUS DA AMAZÔNIA:
memória e imaginário no fenômeno Chupa-Chupa

Autor: Philliippe Sendas de Paula Fernandes

Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Ano: 2017

Resumo: A política intervencionista imposta à Amazônia durante a ditadura militar (1964-1985) deixou marcas profundas na região, que até hoje padece com os conflitos agrários e o desmatamento. O discurso ufanista alcançara a última fronteira do país, buscando a soberania nacional e a conquista do “gigantesco mundo verde”. Localizada no nordeste do Pará, às margens da Baía do Marajó, a pequena Ilha de Colares estava bem distante desse ciclo de desenvolvimento. No entanto, em 1977, militares chegaram à cidade para investigar um fenômeno inexplicável: luzes misteriosas cruzavam os céus, aterrorizando a população e transformando completamente a rotina do lugar. Moradores relatavam que ao serem atingidos pelo raio luminoso ficavam parcialmente paralisados, além de sentirem tontura e fraqueza. Todos temiam um ataque do Chupa-Chupa, como ficaram conhecidas as luzes, já que se acreditava que o sangue era sugado por elas. A imprensa local fartamente noticiou o fenômeno, que atingiu grande parte dos municípios da região do Salgado, chegando até a capital, Belém. Diante disso, surge esta pesquisa com o propósito de compreender o processo de formação de memórias em torno desse fenômeno, levando em conta também os imaginários que o atravessam. Para isso, debruçamo-nos nas edições de jornais publicadas em 1977 pela imprensa paraense, nos relatórios militares resultantes da investigação da Aeronáutica e nos próprios relatos daqueles que viveram o pavor dessas noites intranquilas e testemunharam a evolução das luzes pelos céus. Para uns, sinal dos tempos. Para outros, crendice, neurose coletiva. Há quem acredite em intervenção extraterrestre ou simplesmente não acredite em nada, apesar de ter presenciado os focos luminosos. Imersos nessa amálgama que envolve memórias, imaginários e mistérios, nos deparamos com um fenômeno que, 40 anos depois, segue despertando a curiosidade e inspira novas interpretações, transformando o município de Colares na capital ufológica da Amazônia.

Clique aqui para download.